segunda-feira, 28 de março de 2011

Que é Firula é Mesmo!

A afirmação do Inspetor Álvaro de Souza Simões, ex-coordenador geral de operações da Polícia Rodoviária Federal, gravada em vídeo, de que o envio de integrantes da corporação para a operação de combate ao crime no Rio de Janeiro seria firula, acabou por melindrar muita gente a ponto de causar-lhe a exoneração.
Ora é óbvio que independentemente de ser firula ou não, é inconcebível que um "comandante" aja de tal forma, pois se do alto da sua experiência ele acredita que uma determinada ação não deva ser praticada, ele que exponha a sua opinião àqueles que lhe são superiores, e arque com o ônus do seu ato.
Mas será que ele estava errado? O que seria a tal da firula? Procurei por respostas no dicionário onde encontrei, dentre todos os significados para o termo, os seguintes: "simulação que visa iludir" e "fingir que faz".
Conclusão, não é que ele tinha razão, pois foi exatamente o que ocorreu, já que, como pudemos acompanhar após alguns dias de ocupação os bandidos já começavam a retomar as sua posições, ainda que não de forma tão acintosa, sem contar que uma operação como esta, tão direcionada e pontual, só explicita a "pirotecnia" com a qual o governo tratou a ação, muito mais para um "show" do que para um combate ao crime organizado.
Devemos lembra que em termos de espetáculo tanto PT (PMDB no Rio de Janeiro) quanto PSDB são os maiores especialistas, portanto inadmissível que um fale do outro, mas não é o que ocorreu com o José Nosferatu Serra, que com o claro objetivo de aparecer a todo e qualquer custo, postara em seu twiter a seguinte opinião, "a demissão do dirigente da Polícia Rodoviária Federal me lembrou a piada da remoção do sofá pelo marido traído".
E o pior é que o seu comentário partiu como se ele fosse incapaz de exonerar alguém que, de alguma maneira, opinasse contra algum dos seus atos quando Governador ou Prefeito, menos Nosferatu, menos, quem não te conhece que te compre.
Agora que é firula é mesmo, e digo mais, o inspetor só fora punido por dizer a verdade, pois não há nada que os companheiros temam mais do que a verdade. 

Um comentário:

NELSON disse...

Essa imprensa é fogo,derruba qualquer um.Se vc.fala a verdade é criticado;se não fala é omisso;se faz o que é correto é autoritário; se deixa de fazer o que eles querem é prevaricador.Afinal, isso é democracia??????????